O mais preocupante para o Benfica

Infelizmente, perder pontos na Pedreira já se tornou uma daquelas maldições do Benfica, portanto nem estava muito confiante para o jogo de ontem. O que mais me preocupou é a má forma de Lima e a clara falta de opções para a frente de ataque da equipa de Jorge Jesus. Lima não dá uma para a caixa, perde bolas e já há uns meses que perdeu a frieza na cara do golo. Jonas é bom jogador mas desculpem o homem não aguenta 30 minutos de futebol de alta competição, pelo menos por enquanto. Derley não é jogador para marcar mais de 10 golos por temporada num clube como o Benfica. Nélson Oliveira nem entra nas contas de Jorge Jesus. Salvio faz um golo em 10 oportunidades flagrantes.

É preciso arranjar soluções pois Talisca não chega...


Read More

Campeões!

Que grande feito! Portugal é campeão europeu de Ping Pong ao derrotar, em pleno Pavilhão Atlântico, a poderosa Alemanha por 3 jogos a 1. Estão de parabéns Marcos Freitas, Tiago Apolónia e João Monteiro e todos os responsáveis da Federação do Ténis de Mesa nacional.


Read More

Sporting 1-1 FC Porto

Foi um clássico interessante e entretido mas em que confirmámos o que já sabíamos sobre estas equipas: a equipa do Sporting, fiel ao espírito do seu Presidente, cheia de garra e querer e com uma bela capacidade de sofrer mas com grandes problemas de qualidade em sectores fundamentais do campo e no seu banco. Por isso, apesar de combater de igual para igual com os seus eternos rivais, raramente consegue vencer. 
O FC Porto ainda à procura de uma equipa no meio de tanta e tão grande qualidade que este plantel oferece a Lopetegui. Devido a esse investimento, Pinto da Costa deverá estar pensativo depois do terceiro empate seguido dos dragões no campeonato nacional.


Durante as antevisões a este clássico, os jornalistas, deram grande evidência ao FCP ir visitar o estádio em que piores resultados consegue nos últimos anos de campeonato. E, de facto, o dragão entrou muito mal... Mérito do Sporting que criou um autêntico assalto à área do rival durante a 1ª parte. Para isto também contribuiu o golo inaugural que aconteceu na primeira ida dos leões à baliza de Fabiano, depois de uma arrancada de Nani e do cabeceamento vitorioso de Jonathan Silva. Ninguém falou disto mas Danilo, na linha do golo, ao tocar a bola com a mão de forma deliberada, deveria ter visto o cartão vermelho. Não interessa para nada se a bola entrou ou não, a conduta antidesportiva do defesa azul e branco deverá sempre ser penalizada.

Mas o Sporting só desferiu este golpe nos dragões e ao não conseguir matar o jogo na etapa inicial colocou-se a jeito da resposta do FC Porto na 2ª parte. Os visitantes já mostravam melhorias quando Danilo ganhou o seu flanco e cruzou para um desvio infeliz do defesa do Sporting, Sarr, que enganou Rui Patrício (56'). Até ao apito final as equipas equilibraram-se e o golo poderia ter surgido em ambas as áreas, destaco o remate espectacular de Capel que quase partiu o ferro da baliza adversária.

Gostei do jogo de Nani e de Carillo no lado do Sporting e de Herrera do lado do FC Porto. Parece evidente é que Quaresma já não tem lugar no onze do FCP e que esta dupla de centrais do Sporting é ponto fraco da equipa de Marco Silva.

Agora, dragões e leões esperam uma escorregadela do Benfica na tarde de Sábado para não verem o líder ganhar uma vantagem maior no topo da tabela desta Liga. Se o campeão passar em casa do Estoril será o grande vencedor deste clássico.
Read More

Culpados!

Quem cala consente não é? Só para lembrar os mais esquecidos... Não conheço ninguém que não recorra de uma decisão do tribunal se não achar que a pena é justa para o que fez. Este comunicado é assim uma óbvia admissão de culpa do FCP. Uma mancha irremovível na história do FC Porto.



Read More

4 dias, 2 jogos, 7 golos!!!!!!

Um fenómeno! Não deu tréguas nestes dois últimos jogos da Liga espanhola. Com a mítica camisola branca do Real Madrid, Cristiano Ronaldo, na sua 6ª época, tem 264 golos em 254 jogos!



Read More

Outros tempos vs Vitória Setúbal

Hoje, 12 de Setembro de 1954, faz 60 anos da estreia de Mário Coluna pelo SLB, e foi frente ao Vitória de Setúbal o adversário de hoje dos encarnados.
Na 1ª jornada do Campeonato Nacional de 1954/55, estreava-se oficialmente Mário Esteves Coluna, um dos “três mosqueteiros laurentinos”, como foram apresentados os três jogadores do Benfica que debutavam nesse jogo: além de Coluna, Costa Pereira e Naldo. O jogo de estreia foi apenas o início de uma carreira promissora para o “Monstro Sagrado”, que marcou dois golos na partida frente aos sadinos ganha por 5-0 pelos lisboetas.
 
 
Read More

Uma luz ao fundo do túnel para o futebol

Isto é que era uma maravilha! Seria uma revolução fantástica. Defendo esta alteração com unhas e dentes. Funciona tão bem no futebol americano (NFL).
O presidente da FIFA, Joseph Blatter, disse esta 2ª feira que pretende dar aos treinadores, a título experimental, a possibilidade de recorrerem a imagens para contrariarem as decisões dos árbitros durante os jogos de futebol.

O sistema poderá ser utilizado já durante o Campeonato do Mundo de sub-20, que se vai realizar em 2015, na Nova Zelândia, mas Blatter gostaria também de encontrar uma liga interessada em aplicá-lo.

O presidente da FIFA, que levantou pela primeira vez a questão durante o congresso do organismo, em Junho, anunciou a intenção de levar a proposta ao International Board, órgão responsável pelas alterações às leis do futebol.

“Os treinadores devem ter a oportunidade de questionarem as decisões dos árbitros das quais discordem, mas apenas quando o jogo estiver interrompido”, assinalou Blatter em conferência de imprensa realizada o Soccerex, um congresso de futebol que decorre na cidade inglesa de Manchester.
Read More

Seleção: esperado mas ridículo

Não deixa de ser um dos piores resultados de sempre da nossa Seleção Nacional mas desde há já largos meses que se percebe que a qualidade do jogador português desceu muito e que não há estrutura na FPF que consiga dar a volta a esta situação.
Caros leitores, a geração dourada já não existe, estamos muito mal habituados e resultados destes acontecerão com mais frequência. Não é muito difícil de fazer as comparações! Alguém consegue ver semelhanças entre Ricardo Costa e Ricardo Carvalho, entre André Gomes e Maniche, entre Éder e Pauleta ou entre Vieirinha e Figo?!?! Quem é Ricardo Horta? A qualidade é baixa, a estrutura é fraca então não há milagres.


Read More

Memórias do último europeu em França

"Única selecção de futebol do mundo que tem 17 dirigentes e quatro técnicos." A frase é do "Diário de Lisboa", em pleno Euro-84. Portugal chegou a França com uma comissão técnica composta por Fernando Cabrita, Toni, Morais e José Augusto, e com um grupo de jogadores profundamente divididos entre Benfica e Porto - ingredientes mais do que necessários para que tudo corresse mal. O extinto jornal descrevia assim o banco de suplentes durante um jogo: "[os 4 treinadores] gritarem seu conselho, sua ordem, sua indicação, cada uma diferente e todas a chocarem-se entre si." Mas Portugal tinha jogadores como Chalana, Jordão, Gomes ou Nené. O seu talento superou todos os desentendimentos fora de campo e a selecção conseguiu um histórico 3.º lugar no primeiro Europeu que disputou.

Trinta anos depois, Portugal arranca a qualificação para o Euro-2016, novo passaporte para estar numa fase final em França (este Domingo, 19h45). Toni, um dos elementos da célebre comissão técnica, recorda algumas das peripécias da altura com uma memória de precisão assustadora. O benfiquista sabe os meses dos jogos de preparação, os resultados, os marcadores, e fala com uma tranquilidade que só a passagem do tempo pode dar sobre um evento demasiado agitado para a selecção nacional: "Mesmo com todas as fracturas entre jogadores do Porto e Benfica - alguns nem se falavam -, fez um resultado histórico. Repetidas em Saltillo [México-86], felizmente que situações destas não voltaram a acontecer. A própria federação cresceu, com uma estrutura diferente."

Otto Glória era o treinador no início da qualificação, mas abandona depois da humilhação sofrida na Rússia (derrota por 5-0), também devido a motivos de saúde. Fernando Cabrita assume o cargo. "Eu e o sr. Morais não tínhamos contrato com a federação, éramos colaboradores", explica Toni. O objectivo da FPF foi encontrar adjuntos com ligação aos grandes clubes: Morais ao FC Porto, Toni ao Benfica, para equilibrar as divisões no plantel. Na chegada a França, num grupo com Alemanha, Espanha e Roménia, poucos esperavam que Portugal tivesse alguma hipótese. "Mas nesta década, até ali, o Benfica tinha sido finalista da Taça UEFA, o Porto da Taça das Taças e vem a ser campeão europeu e do mundo em 87, o Benfica finalista da Taça dos Campeões Europeus em 88. Há um conjunto de jogadores do Benfica e FCP de grande qualidade (e, por exemplo, António Oliveira e Manuel Fernandes, do Sporting, ficaram de fora). Tal como em 1966, quando Portugal foi para o Campeonato do Mundo, ninguém acreditava na selecção, a equipa acabou por se transcender e conseguir uma das melhores classificações de sempre em Mundiais."

Portugal chega à meia-final com a anfitriã França. "O jogo foi a prolongamento com uma exibição extraordinária do Manuel Bento, que levou a que Portugal estivesse a 5 ou 6 minutos de chegar à final." Uma derrota por 3-2, num jogo que fica para sempre como um dos melhores em Europeus. Mas chega de conversa, damos a palavra a Toni.

Como era possível tomar decisões com quatro treinadores?
Hoje, uma situação dessas era impensável, nunca aconteceria. Na véspera do jogo com a Alemanha, sentindo o ambiente, que estava de cortar à faca, todo o grupo se reuniu, jogadores e técnicos. Lembro-me até de ter tido uma intervenção dizendo isto: "Só faltou aos jogadores do Benfica trazerem as camisolas do Benfica, aos do Porto as camisolas do Porto e, no fundo, devíamos estar todos vestidos com uma camisola, a da selecção." Mas depois, dentro do campo, conseguiram pôr os interesses da selecção acima dos individuais.

Houve muitas críticas...
Tinham sempre os seus bodes expiatórios. Toda a gente percebeu que o elo mais fraco era a comissão técnica, foi mais fácil bater. O que é certo é que os jogadores também tiveram muitas culpas no ambiente. No jogo conseguiam ultrapassar isso e levaram a equipa até ao terceiro lugar. Foram eles que nos levaram, são sempre os jogadores que decidem.

Ainda assim, é invulgar...
Hás-de perguntar ao teu pai, houve um tempo em que havia um seleccionador nacional e depois um treinador. Quando foste 3.o no Mundial (66), havia um seleccionador que era o sr. Manuel da Luz Afonso e um treinador que era o sr. Otto Glória. Também não era muito comum isto existir. Depois houve o sr. José Maria Antunes, o sr. Juca, o sr. Pedroto, o sr. Mário Wilson, que eram treinadores, até que depois se passou só para a figura do seleccionador. Na altura (1984), devido às fracturas muito fortes que vinham a acentuar-se, para que se estabelecesse um equilíbrio havia os colaboradores, o sr. Morais, o sr. Toni. Tentávamos ajudar a fortalecer o grupo. Mas fomos impotentes.

Mas tudo acabou bem.
O que se conseguiu foi uma coisa histórica: pela primeira vez fomos à fase final, e não havia playoffs. Só passava o primeiro. O que era normal era ser a Rússia; ir Portugal foi anormal. Houve poucos aspectos positivos a retirar, mas 30 anos depois não vale a pena desenterrar mais coisas e bater mais no ceguinho.

Só em 2004 Portugal melhorou essa classificação (derrota na final com a Grécia). Portanto, foi uma fase final histórica.
Só havia oito equipas. Em 30 anos, muita coisa mudou no futebol, treino, não havia agentes. Em 1998, um árbitro impediu Portugal de poder estar em França. Praticamente desde 96 estivemos sempre nas fases finais, fruto dos clubes, dos treinadores portugueses e da qualidade dos jogadores.

Hoje em dia é muito diferente. Num grupo com cinco equipas, os dois primeiros ficam apurados directamente. Portugal não tem margem para falhar...

Trinta anos depois multiplicas por três: na altura eram oito, agora são 24 países na fase final. Vê o que é que não mudou. Isto é uma máquina de fazer dinheiro. Eram dois grupos de quatro selecções. Se Portugal tiver uma base de jogadores de grande qualidade em forma (Rui Patrício, Pepe, Moutinho, William, Adrien, Nani, Ronaldo), mesmo misturado com um outro que apareça, penso que não terá dificuldades de maior em chegar à fase final.

Trinta anos depois começa um novo caminho até França.
As grandes vitórias acontecem sempre com a qualificação. Dificilmente se pode almejar a mais porque olha-se para outras selecções e têm um potencial muito grande. É preciso que, naquele espaço temporal quando se joga o Mundial ou o Europeu, tenhas todos bem. Se três ou quatro não estiverem... No Brasil, não houve um jogador que estivesse bem. Portugal, com maior ou menor dificuldade, garantirá o apuramento fruto da qualidade dos seus jogadores. Na fase final depende de como estiverem, mas isso é depois.
Read More

Um perigo para as balizas

Falta um para o ataque do SLB. Só para lembrar neste último dia de mercado. O Benfica tem um mas está na baliza errada! Insustentável! Há dois anos, com Jackson, custou um campeonato. Nem me passa pela cabeça que Júlio César não seja o titular para esta época.


Read More

Temas

2011 2011/12 2012 2012/13 2013 2013/14 2014/15 2ª Divisão A Bola A Magia do Futebol AC Milan Academia Seixal Académica Adeptos Agenda Aguero Aimar Ajax Alemanha Alex Ferguson Alex Sandro Amigável Andebol Andrea Pirlo André Gomes Aniversário Antevisão António Salvador Anzhi análise tática Apagão Apito Dourado arbitragem Argentina Arouca Arsenal Artur Artur Soares Dias AS Roma Atletismo Atlético Madrid Balotelli Barcelona Basquetebol Bayer Leverkusen Bayern Munique Beckenbauer Beira-Mar Belenenses Benfica Benfica B Benfica Campeão Benfica TV Bernardo Sassetti Blatter Blogs Blogs Benfica Blogs Futebol Boca Juniores Bola de Ouro Bolt Borussia Dortmund Bota de Ouro Boxing Day Braga Brasil Brasileirão Bruno Alves Bruno César Bruno de Carvalho Bruno Paixão Buffon Bundesliga Calendário Campeonato Alemão Campeonato Argentino Campeonato Brasileiro Campeonato da Europa Campeonato do Mundo Campeonato do Mundo de Clubes Campeonato Escocês Campeonato Espanhol Campeonato Holandês Campeonato Italiano Campeonato Maicon Campeonato Nacional campeonatos europeus Campeão CAN Canoagem Capdevilla Cardinal Cardozo Carlos Martins Casagrande Casillas Cavani Cech Champions Chelsea Chicotada Ciclismo clássico Coluna Conselho de Arbitragem Conselho de Disciplina contas título contrato Copa do Mundo 2014 Copa dos Libertadores Corinthians corrupção CR7 Cristiano Ronaldo crónica futebol David Beckham David Luiz Defeso Del Piero derby Derby della Madonnina Desporto Di Maria Di Matteo Direitos TV Djuricic Domingos Doping Drogba El Pibe Eleições Emerson Enke Enzo Pérez Equipa Equipas B Eredivisie Escutas escândalo Espanha Estatísticas Estoril Estrelas do Futebol Estádio da Luz Estádio do Jamor Estádio Dragão Euro 2004 Euro 2012 Euro 2016 Eusébio Eusébio Cup Everton FA Cup Fair Play Falcao FC Porto FCP Federação Portuguesa Futebol Fehér Fernando Gomes Fernando Pimenta e Emanuel Silva Fernando Torres FIFA Final Final Liga dos Campeões Final Liga Europa 2012/13 Final Liga Europa 2013/14 Fintas Flamengo Fluminense FPF França Funny Football Fura-Redes Futebol Internacional Futebol Mundial Futebol Nacional Fábio Coentrão Gaitán Galatasaray Garay Gareth Bale Giggs Gil Vicente Glorioso SLB Golden Boy Golo de Bicicleta Golo de Calcanhar Golo de Livre golo do ano Golo do Dia Golo Fantasma Guarda-Redes Guardiola Gyan Hat-Trick História Holanda Hulk Hóquei em Patins Ibrahimovic IFFHS Inglaterra Iniesta Inter Itália Jackson Martínez James Rodríguez Jardel Javi Garcia Jimmy Hagan JJ JO Joaquim Oliveira jogadores Benfica Jogos Olímpicos John Terry Jorge Jesus Jorge Mendes Jorge Sousa Jornal Jornal Record José Pratas jovem promessa juniores Jupp Heynckes Juventus Júlio César Kaká Kardec Klose Kompany La Liga Lampard Lazio Lebron James Leis do Futebol Leonardo Jardim lesões Lewandowski LFV Liga BBVA Liga da Verdade Liga dos Campeões Liga Europa Liga Inglesa Liga Orangina Liga Portuguesa Liga Portuguesa Futebol Profissional Liga Zon Sagres Liga Zon Sagres 2012/13 Liga Zon Sagres 2013/14 Liga Zon Sagres 2014/15 Ligue 1 Lima Liverpool Londres 2012 LPFP Luisão Luís Figo Luís Filipe Vieira Lázio Léo Maicon Man. City Man. United Manchester City Manchester United Mantorras Manuel Fernandes Maracanã Maradona Markovic Marítimo Matic Maxi Maxi Pereira Medalheiro Melgarejo melhor marcador melhores golos 2013 melhores golos 2014 Mercado Mesquita Alves Messi Mexes Miccoli Michael Jordan Modalidades Moreirense Mourinho Moutinho Mundial 2014 Mundial Clubes Museu Cosme Damião México Nacional Nani NBA Newcastle Neymar Nike No Name Boys Nolito novo contrato Nuno Gomes nº 10 Nápoles Nélson Oliveira O. Lyon Oblak Ola John Olegário Benquerença Olhanense Olheiro Olivedesportos Os três grandes Ozil Pantera Negra Parceiros Paulo Bento Paulo Fonseca Paços de Ferreira Pedro Proença penalty Pepe Petardos Petit Phelps Ping Pong Pinto da Costa PJ Platini Polvo Portugal Postiga Premier League pré-época Prémio Puskas PSG Ramires Raúl Meireles Real Madrid Red Pass Reforços Regulamentos 72 horas Rei Eusébio relatório contas Ribery Rio Ave Riquelme River Plate Robben Roberto Carlos Rodrigo Rodrigo Mora Rojo Ronaldinho Ronaldinho Gaúcho Ronaldo Ronaldo vs Messi Rooney Rui Costa Rúben Amorim Rússia SAD Salvio Samaris Saviola SCB Scholes Scolari SCP Selecção Sergio Ramos Serie A Sevilha Shevchenko Simão Sabrosa Sistema SL Benfica SLB sorteio Sport tv Sporting Steven Gerrard sub-20 Sulejmani Super Maxi Supertaça Suárez Suécia Taça da Liga Taça da Liga Inglesa Taça das Confederações Taça das Nações Africanas Taça de Portugal Taça do Rei Tecnologia Golo Toni Top 10 Torneio Toulon Tottenham Totti tragédia futebol Transferências Treino Triplete Twitter Ténis Tévez U. Leiria UEFA Urreta V. Guimarães V. Setúbal Valdés Valentim Loureiro Valência Van Persie Villas-Boas Vitor Baia Vídeos/Golos Vítor Pereira Walcott Wesley Sneijder Witsel Xavi Xistra árbitro