City 1-0 United: blues perto do título inglês 44 anos depois

Grande expectativa para o derby de Manchester deste ano - o jogo do título inglês 2011/12!
Depois de o United ter desperdiçado 5 dos 8 pontos que tinha de vantagem nas últimas 3 jornadas, o City podia, em caso de vitória em sua casa, onde nos últimos 27 jogos venceu 77 dos 81 pontos disputados, igualar o rival no topo da tabela e ficar em vantagem no desempate. Por outro lado, é um estádio onde os red devils se dão bem, últimas 5 visitas para a Premier League só uma derrota; hoje até chegava o empate, mas não era o dia dos jogadores de Ferguson...


Mancini a apostar na equipa que se esperava, o típico 4-4-2 do City com Aguero e Tévez na frente de ataque. Já Ferguson com algumas surpresas, como Park Ji-Sung, ou mesmo Scholes e Giggs, mas já sabemos que o escocês, em jogos grandes, gosta de colocar os seus jogadores mais experientes.

Até começou bem o United, aproveitando um adversário mais nervoso, mas foram mesmo só os primeiros 10 minutos, pois no restante tempo de jogo só deu Manchester City. Os campeões em título foram recuando para a sua área e à passagem da meia hora de jogo já defendiam com 10 dentro dos últimos 20 metros. No entanto, o City nunca causou grande perigo, não conseguindo entrar no autocarro montado pelo adversário. A 1ª parte parecia destinada ao nulo quando surgiu um canto; sempre tão importantes os lances de bola parada nestes jogos grandes. Grande buraco no centro da área, o canto é muito bem marcado, mas a defesa e o GR não podem permitir que o jogador mais perigoso da outra equipa salte sem oposição; assim, Kompany fez o 1-0 já no tempo de compensação.


Primeira metade da 2º tempo morna, com apenas uma oportunidade de Yayá Touré. Ferguson demorou a colocar mais velocidade na frente, Young só entrou aos 80 minutos, e ainda por cima, Mancini, por sua vez, mexeu muito bem na equipa e a entrada de Nigel de Jong foi o golpe final num Man. United sem ideias - fechou o meio campo e a área de influência de Rooney e soltou Yayá, o melhor jogador em campo, para com o seu poder físico e capacidade de reter a bola, causar perigo e desgastar o adversário.
Foi mesmo a chave da vitória táctica do City fechar Rooney, vinha de 13 golos em 11 jogos na Premier League, mas foi um fantasma e graças a isso a sua equipa só conseguiu rematar 1 vez à baliza de Joe Hart.

Nota para um desentendimento entre os dois treinadores que só não chegaram a vias de facto pela intervenção de outros elementos dos bancos. Nada costume em Inglaterra estas cenas, mas só realça a importância que este jogo tinha face à grande rivalidade dois 2 clubes: o City ganhou muito mais do que um jogo hoje!

Final da partida que aproxima os blues do sonho: 44 anos depois, o Man. City está muito perto de conquistar o campeonato inglês, apenas o terceiro título nacional. Tem os mesmos pontos que o United mas leva vantagem no primeiro critério de desempate: a diferença entre golos marcados e sofridos – a equipa de Mancini tem oito de vantagem.
Grande tropeção da equipa que tem dominado a ilha de sua Majestade, 8 pontos em 4 jogos é muito mau.
Read More

Dias cinzentos para os benfiquistas

Hoje não sei bem sobre que escrever... Mais logo temos o jogo do título em Inglaterra e farei a crónica do jogo, mas no dia a seguir a ser encontrado o novo campeão nacional tenho que escrever alguma coisa sobre o nosso futebol português.
Ficam umas ideias soltas visto que hoje não dá para grandes raciocínios:
1) Vítor Pereira campeão só mesmo no Dragão: o pior treinador campeão nacional que eu vi na minha vida; só posso falar pelos 20 últimos anos mas arrisco dizer que na história do nosso futebol não houve muitos "acidentes" destes. O homem sempre que esteve a ganhar por 1-0 nos últimos minutos põe 5 defesas e não levou um golo... Não pesca nada disto.

2) Triste imagem que o Benfica deixou ontem na Vila do Conde, demasiados jogadores a pensar nas férias: Cardozo, Garay, mesmo Aimar!!
3) Penalty por assinalar sobre Saviola gritante, aos 83 minutos e com 2-2, é um momento chave do jogo. Mais um... Olegário Benquerença não podia faltar à festa, até ia parecer estranho um campeonato sem que nos tirasse uns pontinhos.


4) Desde que Vitor Pereira disse em Barcelos, num jogo que foi prejudicado, que querem entregar as faixas ao Benfica as arbitragens descambaram para níveis dos anos 90. Logo nas duas jornadas seguintes em casa, com o FCP empatado 0-0 em casa, houve sempre um jogador adversário expulso no princípio da 2ª parte.
Depois veio o jogo da Luz/Maicon/Pedro Proença que nem vale a pena falar dos lances que toda a gente comenta, mas vejam como foi o 1º amarelo de Emerson...  Ridículo! Gostava de ver o escandalo que iria ser se o SLB estivesse hoje a celebrar um campeonato ganho com um golo como o do Maicon.
Penalty por marcar em Braga contra o FCP, e outro de Sapunaru em Paços de Ferreira. Por fim, nestas duas últimas jornadas o FCP marcou 5 golos e 3 deles de penalty. Até podem ser penalties (nem ponho isso em causa apesar de 1 deles me deixar muitas dúvidas) mas também o de Gaitán em Alvalade ou o de Aimar em Coimbra...
Já para não falar do rídiculo e inédito castigo de Aimar com dois jogos - para o ano vou estar atento.
Antes, na 2ª jornada, escandaloso como não se expulsa Otamendi logo aos 2 minutos e com o FC Porto a perder por 1-0, no Dragão.
5) Coincidência que desde que a febre eleitoral na FPF e na Liga passou o Benfica foi claramente prejudicado, até então não estava a ser, e o FC Porto beneficiado. São concidências Luis Filipe Vieira, nada a ver com ter apoiado Fernando Gomes, nada de nada.
6) Custa-me muito ver o Estádio da Luz sempre tão vazio. LFV é preciso baixar os preços dos ingressos e fazer todo o tipo de promoções para voltar a ter o estádio sempre cheio.
7) Finalmente, e tirando as arbitragens, o jogo e que o Benfica perde um campeonato que estava ganho é em Guimarães. Jorge Jesus e Luis Filipe Vieira com a parvoíce de quererem ganhar a Champions apostaram tudo num jogo na Rússia, em condições não humanas, e a equipa estoirou para o jogo em Guimarães. Era o jogo decisivo, e escrevi aqui no blog, se o Benfica tivesse ganho em Guimarães era campeão mas a sobranceria de JJ toldou-lhe os olhos para este facto e meteu todas as fichas na Champions.
Bem, melhores dias virão! Viva o Benfica!
Read More

Rio Ave 2-2 Benfica: empate que entrega título

Benfica de visita à Vila do Conde em jogo a contar para a 28ª Jornada da Liga Zon Sagres 2011/12. Encarnados muito pressionados pela vitória de ontem do FC Porto na Madeira, que implicava que se o SLB não vencesse o Rio Ave o FCP celebrava hoje a conquista do campeonato.

Jorge Jesus a escolher a mesma equipa que jogou a última jornada, excepção de Witsel no lugar de Saviola, e com, os agora titulares, Matic e Capdevilla. Se o espanhol servia para titular porque só agora tem uma oportunidade a sério JJ?
Rio Ave também sobre pressão, pois ainda não está livre do perigo da despromoção e, com Carlos Brito, a apostar numa frente de ataque com os rápidos Atsu, Kelvin e Yazalde.
 

Até entrou bem o Benfica, com um remate de Bruno César logo aos 2 minutos, no entanto, os 20 minutos que se seguiram foram de total apatia encarnada e o Rio Ave chegou ao 1-0, depois de um erro incrível do capitão Luisão que Atsu aproveitou para inaugurar o marcador (8 minutos)
Como escrevi, só a partir dos 20 minutos Witsel, Nolito e companhia começaram a construir jogo perigoso para a equipa da casa - resultaram em duas oportunidades de Cardozo. Bela 1ª parte do espanhol Nolito - o único, que com a equipa a perder, não se rendeu e continuou a lutar.
Parecia que o intervalo ia chegar sem a resposta do Benfica mas chegou o minuto 37 e um livre que, depois de um ressalto, acabou no pé de Nolito que empatou o jogo e marcou o golo 100 da temporada encarnada.
Ainda muita gente se estava a sentar e já Olegário Benquerença apontava para a marca de penalty, depois de falta clara sobre Cardozo. O paraguaio aproveitou para colocar o Benfica na frente do placar, com um remate a 120 Km/hora.


Jorge Jesus inventou ao intervalo, e com a equipa em vantagem meteu um avançado e tirou um médio defensivo ?!?!?!?! Esteve péssimo o treinador encarnado nas substituições e cheira a fim de ciclo...
Até entrou bem Saviola com duas boas jogadas de ataque mas aos 50 minutos Yazalde empatou o jogo depois de mais uma falha geral da defesa do Benfica, com Garay a ser o que ficou pior na fotografia.
Sempre com mais coração do que cabeça o Benfica foi tentando o golo da vitória mas este não chegou, muito pela culpa do GR da equipa local.

Nota para mais um penalty não assinalado a favor do Benfica - escandalosa a falta de Jean Sony sobre Saviola aos 83 minutos. Mas, não havia outra maneira de entregar o campeonato ao FC Porto sem ser a roubar. Não sabem ganhar de outra maneira. Ontem ganharam com dois penalties, mas são os únicos que têm esse privilégio. É tudo às claras mas continua, continua, continua...
E, pronto para o ano há mais, este foi o ano de Maicon e Pedro Proença, quem será para o ano?
Figura do jogo: Nolito, o único com garra correspondente à camisola sagrada que veste.
Read More

Real Madrid pode ser campeão hoje! CR7 marca mais 1

O jogo do Real Madrid desta jornada jogou-se às 11h da manhã mas a equipa de Mourinho não acusou o horário madrugador. Se o Barcelona perder o seu jogo de mais logo, hoje ninguém dorme em Madrid, pois os blancos serão campeões pela 32ª vez.
Quem marcou mais uma vez foi Cristiano Ronaldo - sempre em grande o português!

Foto: Reuters

Primeira parte a abrir com o golo de CR7, numa boa jogada individual, mas o Sevilha teve, durante os 45 minutos inicias, 3 ou 4 grandes oportunidades de golo. Numa bela 1ª parte de futebol destaque ainda para uma bola ao poste do internacional português.


Início de 2ª parte arrasadora do Real Madrid que em 7 minutos marcou dois golos por Benzema e resolveu a questão.
Ronaldo chegou assim aos 70 golos (65 partidas) em todos os jogos desta época - Real, Selecção e amigáveis - marcou 7 golos nos últimos 6 jogos e tem 43 golos na Liga BBVA, um recorde.
Para Mourinho aproxima-se um momento marcante na sua carreira - vai vencer o campeonato nas três maiores ligas do Planeta: Inglaterra, Itália e Espanha! Será o primeiro na história do Futebol!
Read More

Luis Suárez marca o golo do ano! (vídeo)

Muitos golos nos jogos de hoje da Premier League, e um deles poderá mesmo ser o golo da temporada 2011/12.
Um golaço do uruguaio Luis Suárez, que marcou mais dois, no jogo que o Liverpool ganhou ao Norwich por 3-0. Fantástico remate!
Vale a pena ver este vídeo:


Read More

U. Leiria deverá desistir da Liga Zon Sagres

Os jogadores da U. Leiria, último classificado do campeonato, decidiram ontem rescindir os contratos que os ligavam à SAD pondo fim a uma tarde inteira de reuniões com o Sindicato de Jogadores e o próprio João Bartolomeu que se juntou mais tarde ao grupo.
A decisão foi tomada na sequência da impossibilidade de chegar a um acordo para o pagamento dos três meses de salários em atraso como fora inicialmente exigido pelo plantel. 
Neste momento, portanto, o jogo com o Feirense, do próximo domingo, não irá ter lugar. No entanto, as próximas horas serão decisivas, sendo que o pagamento de três meses em atraso pode convencer ainda os jogadores a retirar o pedido de rescisão. 


A eventual falta de comparência do U. Leiria ao jogo do próximo domingo, com o Feirense, terá como consequência imediata a descida de divisão do emblema leiriense, para além da derrota no jogo em causa e de uma multa que pode ir até 50 mil euros.
O cenário não tem, para já, outras implicações na classificação da Liga, a menos que haja abandono da competição, algo que tem de ser declarado pelo próprio clube. Esse ilícito disciplinar está contemplado no artigo 56º do regulamento e prevê a pena de desclassificação. Neste caso, aplica-se o artigo 43º, que determina, no seu ponto 1, que «o Clube sancionado não poderá prosseguir na prova e os resultados verificados em todos os jogos disputados com esse Clube não serão considerados para efeito de classificação».
Segundo o Presidente do Leiria, ouvido pelo jornal ABola há 2 dias, «e os jogadores do União de Leiria avançarem mesmo com greve ao jogo com o Feirense, do próximo domingo, na Marinha Grande, a SAD enviará para a Liga um pedido formal de desistência do campeonato».


No entanto, na opinião de Ricardo Costa, ouvido pelo site Maisfutebol, ex-presidente da Comissão Disciplinar, este ponto não se aplica aos jogos que tenham decorrido há mais de um mês e sejam oevidamente homologados. Só para prevenir todos os cenários, Os jogos do clube da cidade do Lis foram:
Leiria 0-1 SCP
Leiria 0-0 Gil Vicente
Guimarães 3-2 Leiria

Está então instalada de novo a confusão no futebol Português!
Caso se verifique a desistência do clube, não percebo se o clube é obrigado a desistir ou pode só faltar aos jogos, o grande beneficiado seria o Braga, único clube dos 4 da frente que perdeu pontos com o Leiria, derrota por 1-0. Assim, os outros clubes perderiam 6 pontos e o Braga só 3; por seu lado o Benfica, único clube que ainda não jogou os 2 jogos como Leiria, iria folgar na próxima jornada, permitindo ao FC Porto, em caso de vitória sobre o Sporting, recuperar os 3 pontos que deixa de ter de vantagem. Neste cenário, e é apenas isso, o FCP entra hoje em campo na Madeira com a pressão de ver o rival directo a um ponto.
Fica a classificação nesta hipótese de desisitência:
1. FC Porto



60
2. Benfica



59
3. Braga



56 (mais um jogo)
4. Sporting CP



47
Read More

Club de Futbol Monterrey: expoente máximo do México

Têm sido anos de glória para o futebol mexicano, tirando o Mundial, este país tem sido um berço de Campeões. Nesta semana foi encontrado o vencedor da Liga dos Campeões da CONCACAF, entre dois clubes do país dos sombreros: o Monterrey venceu o Santos Laguna e tornou-se bi-campeão do continente norte e centro americano. Nada de novo, pois desde 2006 que só clubes mexicanos levantam o caneco da América. E, por exemplo, a equipa do Monterrey só encontrou equipas mexicanas nas fases a eliminar - quartos de final.
Para além deste domínio de clubes, a selecção também não tem andado nada mal, vencendo a Gold Cup no último verão - a competição semelhante ao Campeonato da Europa de selecções - e ganhando o Mundial de sub-17 da FIFA.


Mas vamos aos novos bi-campeões continentais: o Monterrey! Uma equipa com alguns nomes conhecidos: Humberto Suazo, melhor marcador da Liga dos Campeões local, Ricardo Osório, César Delgado ou Neri Cardozo mas com uma série de jovens a surgir para o futebol mundial. São os casos dos defesas mexicanos Hiram Mier ou Dárvin Chávez, do médio Luis Rodríguez ou do avançado Othoniel Arce.


O central Dárvin Chávez é mesmo o meu maior destaque, fazendo parte de uma defesa de ferro aos 22 anos. Nasceu para o futebol no Atlas, clube que deu ao futebol defesas fantásticos como: Rafael Márquez, Andrés Guardado ou Pável Pardo.
Veloz, com boa capacidade de posicionamento e excelente técnica de passe, peca apenas no pouco físico que possui e em alguma indisciplina; no entanto, pode muito bem vir a tornar-se o próximo patrão da defesa da selecção do México.
Read More

Llorente afasta leões do sonho da Final da Liga Europa

O Sporting não merecia sair desta maneira da Liga Europa 2011/12, num lance de sorte e com Llorente a contar com um ressalto no poste para apurar o Athletic Bilbao para a Final. O lance até bom, de Gómez sobre João Pereira, mas aquela bola no poste a entrar na baliza custa a um SCP que merecia pelo menos o prolongamento. Numa altura do jogo em que até tinha a partida, aparentemente, controlada...
Dá para pensar que foi o ajuste de contas com o Universo por aquele lance no jogo contra o AZ que colocou o Sporting na sua última final europeia.
 

Sá Pinto sem poder contar com Izmailov, Rinaudo e Elias optou por Pereirinha, Matias Fernández e André Martins; registo mais um bom jogo do miúdo de Alvalade. Mas Carriço fez falta de início e, quando entrou, fez uma das melhores exibições que o vi fazer a médio defensivo.
Começou bem o A. Bilbao, à procura da vantagem na eliminatória, depois da derrota por 2-1 em Lisboa, e criou uma ou duas oportunidades de golo antes de conseguirem balançar as redes de Patrício aos 17 minutos. Bom cruzamento e Llorente a servir de pivô para o remate de Susaeta só parar no fundo da baliza. Respondeu bem o SCP e aos 20 minutos Pereirinha, isolado e de cabeça falhou o empate no jogo de forma incrível.
O jogo acalmou e só animou, e de que maneira, já passados os primeiros 40 minutos: 1º foi Llorente, completamente isolado, a permitir grande defesa a Rui Patrício. Depois, foi o empate do SCP na sequência de um canto e, com alguns ressaltos na jogada, a bola acabou por sobrar para Wolfswinkel fazer o golo. Mas, infelizmente, o SCP deixou solto Llorente, e este de uma maneira soberba com um toque de bola espectacular, isolou Ibai Gómez fazer o 2-1 que empatava a eliminatória.

2ª Parte  trouxe várias oportunidades de golo a abrir: Rui Patrício voltou a brilhar para travar o remate de Susaeta, e depois viu Llorente enviar a bola ao poste (52’). Passados dois minutos, foi Insúa a acertar nos ferros de Iraizoz, na sequência de um livre.
Com o passar do tempo pareceu-me que o meio campo do SCP foi ganhando o controlo do jogo, e o Bilbao apostou mais num jogo direto para Llorente. O problema foi que os espanhóis defenderam muito bem Capel e este foi uma sombra que, sem Izmailov, não podia ser - resultado o ataque do SCP não criou perigo no 2º tempo.
E, pronto, aos 87 minutos chegou o lance que decidiu esta meia final de que já falei acima. Pena que o SCP , apesar de inferior no total dos 180 minutos, merecia a Final por tudo o que fez nesta Liga Europa. Fica o consolo de ter sido eliminado por uma grande equipa de futebol.
Read More

B. Munique elimina Real Madrid da Final da Champions

O 2º jogo da Champions desta semana, depois da eliminação do Barcelona, era uma final antecipada: Real Madrid vs Bayern Munique, depois dos alemães terem ganho por 2-1 na 1ª Mão.
Espanhóis a lutar por chegar ao grande jogo europeu depois de 10 anos afastados, enquanto os da Baviera lutavam para manter o bom registo contra o Real - 11 vitórias em 19 jogos, com apenas seis derrotas. Curiosidade para o facto de o Bayern de Munique ter como treinador um homem que conhece bem o adversário, já que Jupp Heynckes conquistou a própria Liga dos Campeões pela equipa da capital espanhola, na temporada 1999/2000.
Treinadores a manter a mesma equipa do jogo da 1ª Mão, só uma mudança com Marcelo a aparecer no lugar de F. Coentrão. No entanto, a grande diferença foi que os alemães descansaram jogadores no fim de semana enquanto o Real Madrid teve um jogo de intensidade máxima em Camp Nou.

Entrou muito bem o Real Madrid no jogo e aos 14 minutos já estava a ganhar por 2-0, com dois golos de Cristiano Ronaldo! Foi um primeiro quarto de hora electrizante com duas oportunidades de golo para cada lado mas só os da casa converteram: 1º num penalty depois de mão de Alaba (5 minutos de jogo) e 2º depois de grande passe de Ozil a isolar Ronaldo, que com toda a calma colocou a bola entre o Neuer e o poste - fica a ideia que CR7 estava em fora de jogo.
Do outro lado, Robben desperdiçou de maneira incrível o 1-1, completamente isolado o holandês a continuar a saga de falhanços dos últimos tempos.
Depois da loucura de entrada o Bayern Munique tomou conta de jogo, e nesta 1ª parte notou-se a diferença de cansaço entra as duas equipas. Chegou ao empate na eliminatória aos 26 minutos, depois de um penalty de Pepe sobre Gomez, que Robben converteu.


A 2ª parte já foi totalmente diferente, com as equipas a terem medo de arriscar para não deitar tudo a perder. Anotei só duas grandes chances de golo, as duas para Mario Gómez, uma mesmo a iniciar e outra mesmo a acabar os 45 minutos finais. Muitas das peças do Real Madrid entraram em colapso físico e os jogadores vindos do banco não entraram bem - Kaká esteve irreconhecível.
Tudo empatado e consequente prolongamento! Para minha surpresa na meia hora extra foi o Real que teve o domínio do jogo, apesar de não ter criado verdadeiro perigo.
Fiquei com a ideia que se pudessem ter escolhido as duas equipas tinham ido do intervalo directamente para os penalties.
Esta eliminatória era mesmo de 50-50 de hipóteses para cada uma das equipas, tendo que ser decidida nos penalties.

Na lotaria das grandes penalidades o Bayern Munique foi mais forte e infelizmente Ronaldo voltou a falhar um penalty no desempate por penalties - e logo o 1º. Tão injusto, mas tantas vezes visto, o melhor jogador do jogo ser o pior no desempate. Kaká também falhou e apesar de Casillas ter conseguido por o Real Madrid de volta à eliminatória (com duas defesas), alguém da equipa técnica de Mourinho, se não o próprio, resolveram que era Sergio Ramos que devia marcar o penalty decisivo ?!?!?!?!?! Uma idiotice e o defesa espanhol colocou a bola na bancada para alegria do alemães que vão jogar a final da maior prova de clubes do Mundo em sua casa.
Read More

FCB-Chelsea: as estatísticas de um caso de estudo

Muita tinta ainda ira correr sobre o que o Chelsea consegui fazer nos dois jogos das Meias Finais da Liga dos Campeões 2011/12, deixo-vos aqui as estatísticas das partidas que acabam com alguns mitos da nossa década. DEIXEM AS VOSSAS LEITURAS DESTAS IMAGENS!
1ª Mão:
2ª Mão:
Tiro duas ou três conclusões e as outras ficam para o meu caro leitor:
Primeiro, o número de remates: impressionante a eficácia do Chelsea, arriscava recorde, são 4 remates à baliza de Valdés e 3 golos nos 2 jogos; são 12 remates no total e lembro-me de 2 tentativas de Drogba que foram do meio campo. 
Do outro lado, o cúmulo do desperdício: 46 remates!!!! e só dois golos, 4 bolas aos postes e um penalty desperdiçado! O problema é que dos 46 remates só 11 foram à baliza...

Segundo, os lances de bola parada: 18 cantos contra 2 e, aqui uma 1ª surpresa, 21 faltas dos ingleses contra 17 - foram muito poucas faltas do Chelsea o que demonstra a falta de criatividade do ataque catalão.
Terceiro, e aqui a única estatística em que os londrinos venceram, o número de Km corridos pela equipa: 195,64 km contra 195,58 km, e não nos esqueçamos que em mais de 50 minutos desta eliminatória, o Chelsea jogou com menos 1 jogador. Para mim esta foi a chave desta desfecho surpreendente, maior entrega e jogo muito afunilado pelo Barcelona (correu menos porque esteve sempre no mesmo sítio). E, o facto de ter obrigado o seu oponente a correr tão pouco neste último jogo (88 Km) revela que o Chelsea teve sempre posicionado e sem dar espaços, pois marcar parado é mais fácil que marcar jogadores em corrida.
Por fim, as estatísticas do absurdo - da tentativa de futebol contra a opção pela sua destruição - o número de passes e a posse de bola:
Passes foram 1442 contra 311!!! Média de 1,7 passes vs 8 passes por minuto! E, acima de tudo, a eficácia no passe, dos 1442 passes o Barcelona acertou cerca de 85% (contra perto de 50%). Não serviu de muito mas não deixa de ser notável esta diferença.
Posse de bola foi 73% contra 27%, mas por exemplo, tempo de jogo útil na 2ª Mão, sem contar com pontapés de baliza, foi 82%-18%. Sou fã do futebol do Barcelona e espero que esta semana não o mate mas, de facto, jogar sem PL pode dar num jogo como o de ontem na 2ª parte, acabar a jogar num 2-5-3 de pouco serve se é Keitá que está à procura da bola na área adversária.
Read More

Barcelona 2-2 Chelsea: o Chelsea fez o quê????

Chelsea elimina o Barcelona da Final da Liga dos Campeões! Acho que esta frase é suficiente para espantar mesmo os mais distraídos do mundo do futebol. Um dos maiores escândalos do futebol mundial e que põe em causa muitas das certezas em que esta última década assentou.
Uma certeza que a noite de hoje trás é que Messi ainda não é o melhor jogador de todos os tempos e que este ano não será o melhor jogador do Mundo para a FIFA.

Mais uma época em que o vencedor da Champions não se repetirá, e esta estatística não é por acaso. Quer seja por questões físicas/lesões, quer por saídas dos jogadores/treinadores para outras equipas, quer pela dificuldade de manter os níveis psicológicos e de motivação no top, vencer a Champions em dois anos seguidos é quase impossível.
Que se passa com o Barcelona de Guardiola? Que se passa com Messi? O Barcelona ficou sem a Liga espanhola e a Liga dos Campeões em três dias.
Para mim as lesões explicam muita coisa: Villa, Abidal e Piqué fazem muita falta a esta equipa. Villa é o único PL do plantel, Piqué disfarça muitas das falhas de um Puyol já em fim de carreira.
E, depois Messi encontrou no Chelsea a sua besta negra pois em 8 jogos, contra a equipa de Londres, não marcou nenhum golo.
 
E que dizer deste Chelsea? Uma espécie de Grécia no Euro 2004 e, desculpem lá, mas uma sorte dos diabos - contei 3 bolas aos ferros nos dois jogos! Fantástico como a equipa se uniu e aguentou depois da expulsão do seu capitão mas o que o Chelsea fez durante 180 minutos assemelha-se muito pouco a futebol... Nas duas partidas a ex-equipa de André Villas Boas (sim o português pode ser campeão europeu) fez 4 remates à baliza e 3 golos.
As únicas más notícias para os ingleses foram os jogadores que tiveram de ser sacrificados para a final por razões disciplinares: John Terry, Ramires, Raul Meireles e Ivanovic não estarão em Munique.
Curioso que o Chelsea de Abramovich chega à tão desejada final do russo nos anos em que está com treinadores interinos: Avraham Grant e agora Di Matteo.

Mas vamos ao jogo de hoje: Barcelona com 3 centrais e com Alexis Sanchéz no onze titular; surpresa na colocação de Daniel Alves no Banco. Chelsea com a equipa esperada para esta partida, num Camp Nou a rebentar pelas costuras.
Primeiros 45 minutos de grande qualidade da parte do Barcelona e com muitas incidências de jogo: 2 golos para o Barça (Busquets e Iniesta), 2 lesões para cada lado (Piqué e Tim Cahill), expulsão de Terry, por agressão estúpida a Alexis (aos 37 minutos) e um golo dos blues mesmo a acabar, como tinha acontecido em Londres, a desequilibrar emocionalmente o FCB.
Grande golo de Ramires com uma chapelada perfeita a Valdés, depois de ter corrido 70 metros e tabelado com Lampard. Este brasileiro é, para mim, um dos melhores jogadores do Mundo.
2ª Parte muito fraca do Barcelona, sem criatividade e sem largura de jogo, com Messi, sim Messi, a falhar um penalty logo na abertura da etapa complementar, lance que claramente o desestabilizou para os restantes 40 minutos de jogo. Atirou a bola à trave vejam só... Esta exibição é igual a muitas outras que o astro sul americano já fez ao serviço da sua selecção, parado, sem explosão e com muitos passes errados. É injusto falar assim de um jogador que já marcou mais de 60 golos esta época mas hoje Messe foi medíocre.
Com um domínio esmagador (73% de posse de bola), mas sempre longe da baliza - excepção à bola ao poste que Messi rematou - o tempo fez o resto à cabeça dos jogadores catalães e, com a equipa espanhola já sem defesa, Torres apareceu isolado e fez o 2-2 final. Escândalo!

Será preciso mais tempo para olhar para o que esta semana significa no legado da equipa que marcou esta década de futebol. A sério, tudo é possível no futebol mas o que se passou hoje, se me dissessem não acreditava...
Read More

Conheça os grupos do Torneio Olímpico 2012

Foram hoje sorteados os grupos para o Torneio Olímpico dos Jogos Olímpicos Londres 2012:

Grupo A
Grã-Bretanha
Senegal
Emiratos Árabes Unidos
Uruguai

Grupo B
México
Coreia do Sul
Gabão
Suiça


Grupo C
Brasil
Bielorrúsia
Nova Zelândia
Egipto

Grupo D
Espanha
Marrocos
Japão
Honduras

O Torneio realiza-se de 26 de Julho a 11 de Agosto em 6 cidades diferentes: Londres, Manchester, Cardiff, Newcastle, Glasgow e Coventry.

Read More

Ligas Europeias: Dortmund campeão e muito mais

Esta semana tivemos a primeira consagração de um campeão nas principais Ligas do velho continente - Borussia Dortmund bi-campeão da Bundesliga, sem dúvida a melhor equipa do campeonato e o escudo alemão fica-lhe muito bem. Coroação feita no seu estádio com a vitória por 2-0 ao 3º classificado Borussia Monchengladbach.

Em Espanha tivemos o grande clássico de que já aqui falei e o campeão está encontrado, ainda que não matematicamente - será o Real Madrid depois de 3 anos de Barcelona de Guardiola. Mourinho vai continuar a alimentar um currículo fantástico! Ronaldo tem 42 golos em 34 jogos e já marcou a todos os adversários do campeonato (menos o Maiorca mas ainda terá uma oportunidade).
Fica a classificação da Liga BBVA ao fim de 34 jogos, do 3º ao 11º, que é a luta pela Europa que anima o país vizinho:
3. Valência



55
4. Málaga



51 (menos 1 jogo)
5. Levante



49
6. Athletic Bilbao



48
7. Atletico Madrid



48
8. Sevilla



46
9. Osasuna



46 (menos 1 jogo)
10. Espanyol



45
11. Getafe



45

Em Inglaterra enorme e surpreendente tropeção do Man. United na recepção ao Everton: 4-4 num dos melhores jogos deste ano, e atenção aos golos que este jogo teve belas jogadas. Antes do derby em casa do City não se esperava esta tentativa de suicídio da equipa de Alex Fergusson. Graças à vitória dos blues de Manchester, 2-0 em casa do Wolves, a equipa de Mancini, caso vença o derby, ficará na liderança da Premier League.
Ora aqui tem a tabela inglesa ao fim de 35 jogos:
1. Manchester United



83
2. Manchester City



80
3. Arsenal



65
4. Newcastle



62 (menos 1 jogo)
5. Tottenham



59 (menos 1 jogo)
6. Chelsea



58 (menos 1 jogo)

Na Itália um dos candidatos também tropeçou e já se sabe que agora qualquer percalço é fatal. Deverá ser assim para o AC Milan que empatou a 1-1 com o Bolonha e viu a Juventus fugir. A equipa de Turim goleou a Roma por 4-0 e fica com 3 pontos a mais e vantagem no confronto directo.
Confira a classificação do Calcio ao fim de 33 jornadas:
1. Juventus



71
2. AC Milan



68
3. Lazio



55
4. Udinese



52
5. SSC Napoli



51
6. Roma



50
7. Inter



49

Só em França tudo ficou na mesma: Montpellier e PSG venceram os seus jogos e tudo está em aberto no final de 33 partidas. Montpellier 1-0 Valenciennes e PSG 6-1 Sochaux.
1. Montpellier



69
2. Paris Saint Germain



67
3. Lille



62
4. Lyon



56
5. Rennes



54
6. Saint Etienne



53
7. Toulouse



53
Read More

Golo do Dia: Carlos Vela de bicicleta mesmo a acabar

Belo golo do internacional mexicano, neste domingo, com o jogo a terminar e a sua equipa a perder. Carlos Vela de maneira acrobática, aos 86 minutos, dá o empate à Real Sociedad na recepção ao Villarreal.
Muito se esperava deste jovem avançado mexicano (agora com 23 anos) mas tem ficado apenas pelas promessas. O seu passe é propriedade do Arsenal que o tem emprestado a equipas do meio da tabela do futebol europeu - esta época em 32 jogos marcou 11 golos e a ver se para o ano é a temporada de explosão deste sul americano.
Veja o vídeo do pontapé de bicicleta:


Read More

Entretanto no Dragão...

Entretanto no Estádio do Dragão marcam penalties quando a equipa candidata ao título está à rasca e empatada a 0. Dá jeito e é pena que nem todos tenham esse privilégio...


Para mim é penalty, e o árbitro esteve bem, mas também o de Gaitán ainda à uma semana atrás! Curioso foi ser o próprio Sapunaru a sofrer um penalty igual ao que cometeu em Paços de Ferreira há umas jornadas que não foi assinalado. Descubra as diferenças:




Este FC Porto joga muito pouco e não consegue afastar da minha cabeça o Campeonato Maicon, pois será esse lance a chave do campeonato.
Read More

Ronaldo acalma Camp Nou! Espectacular exibição blanca

Que grande jogo que o Real Madrid foi fazer a casa do Barcelona, venceu por 2-1 e conquistou, praticamente, o 32º título de campeão nacional de Espanha!
Mourinho, o maior vencedor da noite, conquista uma das mais saborosas vitórias da história do clube de Madrid e fá-lo de uma maneira contundente - inteiramente justa e com todo o mérito. Em Espanha notaram a calma que Mourinho mostrou durante todo o jogo e na celebração da vitória.
E, hoje, os grandes vencedores individuais são todos portugueses, para nosso grande contentamento, Cristiano Ronaldo marcou o golo da vitória, apareceu num jogo grande, e num momento muito delicado do jogo, pois Barcelona tinha acabado de empatar o jogo. Dá um grande passo para voltar a ser considerado o melhor jogador do Mundo!
 

Uma vitória esmagadora num jogo em que o Real esteve sempre por cima e no controlo do jogo e fez um jogo de um rigor e concentração notável. O Barcelona só fez 2 remates à baliza em todo o jogo, teve mais posse de bola (70%) mas falhou muito mais passes do que é costume; Messi só apareceu uma vez, até deu golo, mas muito pouco de toda a equipa do FCB, Guardiola também ajudou à festa quando substituiu Xavi aos 70 minutos - tenho que ler as explicações do técnico catalão.
A derrota catalã também se explica pelas ausências por lesão de alguns dos principais jogadores: Villa fez uma falta incrivel, Piqué é o melhor defesa central da equipa e Abidal não tem rival no plantel do Barcelona. Em toda a Espanha já só se fala de uma eventual discussão entre Guardiola e Piqué. Sempre foi minha ideia que o FCB tem melhor 11 inicial mas o Real tem melhor plantel e isso é o mais importante para um campeonato. Barcelona perde em casa depois de 54 jogos oficiais em sua casa.
Mas vamos ao jogo! Mourinho apostou na equipa que jogou em Madrid, Fábio Coentrão e Arbeloa mereceram a confiança do treinador português. Do outro lado, algumas surpresas: Thiago no lugar de Fàbregas e Tello em vez de Alexis Sánchez - agora é fácil de falar, mas foram duas apostas falhadas e que custaram um título. Nota para que o Barcelona entrou em campo com 8 jogadores formados na sua cantera!
Entrou bem o Real Madrid, muito confiante e sem medo e logo aos 4 minutos, se não fosse grande defesa de Váldes, tinha chegado à liderança no marcador depois de cabeçada de Ronaldo num canto.
Não serviu de aviso para a equipa da casa e novo canto, aos 17 minutos, deu o 1º golo do jogo para Khedira. Puyol muito mal na fotografia e possível fora de jogo na posição do internacional alemão antes de empurrar a bola para o fundo da baliza.
Real Madrid em vantagem cedo no jogo, nada de novo na era de Mourinho, novo foi a falta de resposta do Barcelona. Falta de velocidade, criatividade e eficácia no passe deram que só tenha contado duas oportunidades de golo para os da casa na 1ª parte : uma por Daniel Alves, uma depois do único erro do Pepe e outra por Xavi, na cara de Casillas e depois de grande passe de Messi.
2ª parte mais aberta e com mais espaços com Tello a desperdiçar de forma incrível um golo aos 54 minutos, lá está Villa faria mais naquela situação. Li que o maior problema do Barcelona foi que as suas grandes hipóteses nos segundos 45 minutos foram parar ao pé do seu jogador mais inexperiente.
Pareceu-me que Mourinho demorou muito a mudar a equipa e quando Guardiola o fez teve a felicidade de ver o jogador que colocou em campo marcar o golo do empate. Alexis por Xavi (não percebo é ser Xavi a sair) e Messi a arrancar e a desiquilibrar, grande confusão na área do Real Madrid e Sánchez a aproveitar para empatar à boca da baliza.
Mas, estava escrito que esta era a noite que os mitos que marcaram os últimos anos da história do futebol iam cair. Real responde de imediato, numa jogada de contra ataque espectacular, com grande passe de Ozil e finalização cheia de classe de Cristiano Ronaldo - agora quem vai escrever que ele não decide jogos grandes? KO do Barcelona ali mesmo aos 73 minutos!
Read More

Benfica 4-1 Marítimo: Nolito dá show de bola

Bela exibição do Benfica no jogo da 27ª Jornada da Liga Zon Sagres 2011/12 - 4-1 na recepção ao marítimo com um espanhol a dar espectáculo! Estava com pressa para resolver a questão para ir ver o clássico do país vizinho! Nota inicial para uma boa casa no Estádio da Luz: 40000 espectadores.

Jorge Jesus apostou nos jogadores que tanto os adeptos pediram durante a época, o que é um bom sinal de humildade que o treinador dá para a próxima temporada. Assim, Capdevilla, Matic e Saviola entraram na equipa e jogaram muito bem; claro que era um jogo em casa e é diferente, mas Capdevilla e, principalmente, Saviola deviam ter tido muito mais minutos esta época. Hoje, foi o argentino a desbloquear esta partida frente ao 5º classificado.

O SLB entrou muito bem em campo, com velocidade e futebol de qualidade e aos 15 minutos Maxi Pereira faz uma bela jogada pela direita passa a Aimar, e como disse alguém na bancada "vai ser golo que este sabe o que faz", meio dito meio feito, passe para o meio da área aproveitando a boa desmarcação de Nolito, que facturou o 1º da partida.

Foto: Francisco Leong/AFP

4 minutos depois já Nolito fazia de novo o gosto ao pé, a 10ª vez neste campeonato, depois de uma passe fantástico de Saviola para isolar o seu companheiro de equipa.
O golo acalmou o jogo, parecendo que já estava resolvido, e até intervalo o tempo foi passando sem nenhum destaque em particular.

1ª parte marcada pela protesto, em forma de silêncio, dos No Name Boys, não dou muita importância a este tipo de acontecimentos mas fiquei impressionado com a diferença que faz ter a claque do Benfica a cantar ou não - o Estádio fica quase em silêncio.


Entrou muito forte o Marítimo na 2ª parte e só não chegou ao 2-1 mais cedo porque Artur fez duas defesas fantásticas. O problema foi que o brasileiro, aos 52 minutos, saiu muito mal da baliza e deu o golo a Sami e ao Marítimo.
Jorge Jesus sentiu o perigo e o desgaste da equipa na zona central, a idade já pesa a Aimar e a Saviola, e colocou Javi e Rodrigo no lugar dos argentinos. Nem 15 segundos depois, aos 65 miutos, já Rodrigo fazia o 3-1, depois de combinação entre Nolito e Cardozo com o espanhol a assistir e Rodrigo a só ter que encostar. Logo na resposta Artur nega o 3-2 a Sami, numa bela defesa e o jogo ficou sentenciado!

Tempo ainda para o para o 4-1 por Bruno César, aos 69 minutos, depois de um grande passe de Nolito a rasgar a defesa insular. Fantástico passe e golo 99 da época encarnada, em todos os jogos oficiais!

Figura do jogo: Nolito - 2 golos e 2 assistências dizem tudo. Un Partidazo do espanhol!
Read More

Barcelona - Real Madrid: saiba tudo sobre o jogo que pára o Mundo

Ai está o clássico tão aguardado em Espanha e no Mundo inteiro: Barcelona vs Real Madrid, com a Liga BBVA 2011/12 em disputa. Fruto da perca de 6 pontos nas últimas semanas da equipa de Madrid, o Barcelona tem a hipótese, em caso de vitória hoje, de ficar apenas a 1 ponto do eterno rival e sonhar com a conquista do tetra campeonato, feito que só conseguiu uma vez na sua história. Do outro lado, um dos jogos mais importantes da carreira dos nossos Mourinho e Cristiano Ronaldo, pois ganhar um campeonato a este Barça será um feito para entrar na história do clube mais titulado do mundo.
 

Nem sei bem por onde fazer esta antevisão pois podia falar sobre tanta coisa, ficam alguma curiosidades para aguçar o apetite para o partidazo de mais logo:

No total já foram jogados 217 clássicos e o balanço é de: 86 vitórias do Real Madrid, 85 do FC Barcelona e 46 empates. Golos são, e olhando para o rácio do Real Madrid: 364-351. Muito equilíbrio que também se sente na contagem de títulos oficiais, e hoje estará um em disputa: os catalães somam 75 e os madridistas 74 canecos!
Desde 1980 o Real Madrid só venceu por 6 vezes no Camp Nou, mas nos últimos 13 anos conseguiu 7 empates no Estádio do arqui-rival.

Mas vamos ao mais importante - GOLOS - estão prometidos muitos: sabia que desde 1990, e contando todas as competições, só por uma vez (2002) um clássico espanhol ficou empatado a 0 bolas - são 61 jogos e muitos golos!
Muitas estrelas também! Uma constelação como é habitual, mas este jogo será de um brilho especial - em campo quase todos os actuais campeões da Europa (clubes e selecção) e do Mundo; Messi vs Ronaldo claro, mas tenho falado tanto do duelo entre os dois génios que não me alongo muito nesta luta de titãs, digo apenas que, caso não haja uma Final da Champions entre estas duas formações, será decidido hoje, muito provavelmente, o próximo FIFA World Player!


Partida que também marcará muito a história da passagem do nosso Mourinho pelo Real Madrid, e tem pela frente o seu maior problema: desde que José Mourinho chegou ao Real Madrid, já foram jogados dez clássicos - três na Liga, três na Taça do Rei, dois na Supertaça e dois na Liga dos Campeões - são 5 derrotas para o português, 4 empates e apenas 1 vitória.

Duas curiosidades sobre Messi para este jogo: este ano sem golo ou sem assistência do argentino o Barcelona não ganhou nenhum jogo. A outra é que a pulga já está no top de marcadores do maior jogo de Espanha e hoje pode continuar a subir:

Jogador
Clube
Golos
Di Stéfano
Real Madrid
18
Raúl
Real Madrid
15
César
Barcelona
14
Gento
Real Madrid
14
Puskás
Real Madrid
14
Messi
Barcelona
13
Santillana
Real Madrid
12
Hugo Sánchez
Real Madrid
10
Juanito
Real Madrid
10

Por último, ficam os resumos de dois jogos históricos entre estes colossos para se ir preparando para as emoções de mais logo:



Read More

Mauro Caballero: a nova esperança paraguaia

Mauro Andrés Caballero é um jovem atacante, de apenas 17 anos, que tem sido notícia em Portugal pelo suposto interesse do Benfica. Na mira ou não das águias não deixa de ser uma das grandes promessas daquele país sul-americano.


A carreira deste jogador ao mais alto nível começou bem cedo (11 anos!!!) quando assinou pelo maior clube do Paraguai - o Olimpia, onde o seu pai foi um verdadeiro ídolo. No entanto, foi dispensado e, aos 13 anos, chegou ao rival Libertad, onde encontrou o lugar para realizar uma subida meteórica. Dois anos passados, de ter chegado a este clube, já estava na equipa de sub-15 do Paraguai que ganhou o campeonato sul americano da categoria - Caballero foi o 2º melhor marcador da competição com 5 golos e marcou o golo do título. Já representou, também, o Paraguai na mesma competição mas no escalão sub-17 e com os mesmos resultados: 2º melhor marcador da prova com 5 golos.
Esta época tem saltado do banco do Libertad, para ajudar à boa campanha que este equipa está a fazer na Taça dos Libertadores, e conta já com 2 golos e 1 assistência em 5 aparências como suplente.


Mede 1,72cm e, acima de tudo, é lhe elogiado o faro pelo golo para uma idade tão jovem. Quem o conhece bem é Carlos Gamarra, antigo central benfiquista, hoje empresário. E o ex-internacional paraguaio garante ao jornal O JOGO que Caballero está mais do que preparado para dar o salto rumo à Luz e triunfar na equipa principal. "Está pronto, sim! Claro que ainda é muito novo, tem que evoluir, mas basta ver alguns jogos para constatar que é um jogador com tudo para singrar na Europa. É um avançado com muita mobilidade e marcou golos em todos os escalões do Libertad. Marca mesmo muitos golos e é muito bom no jogo aéreo. É um miúdo com qualidade e, acima de tudo, com muitas ganas de singrar."

A seguir com atenção a carreira deste teenager que também é alvo da atenção de outros clubes, com Chelsea e Bayern Munique à cabeça da lista.
Read More

SCP 2-1 A. Bilbao: este leão pode mesmo levantar o caneco!

Belo jogo de futebol hoje em Alvalade para a 1ª Mão das meias finais da Liga Europa 2011/12. Duas equipas que têm no leão o seu símbolo e que são muito semelhantes em termos de futebol: capazes de terem momentos do jogo muito bons e outros muito maus: do que vi esta época é a característica que vai ficar de Sporting e A. Bilbao. Sai por cima o clube lisboeta, dando a volta ao resultado, coisa que muito boas equipas não conseguiram frente a esta equipa basca.

Sá Pinto não pode contar com o lesionado Matias Fernández, e como Elias não pode jogar pelo SCP na Europa, foi o miúdo André Martins que entrou no meio campo, e, pelo que vi, gostei muito do jovem jogador.
Do outro lado, Bielsa não pode chamar ao jogo Javi Martínez, o melhor jogador deste Athletic, e a sua ausência notou-se muito.
Entrou muito bem o Sporting em campo e o Bilbao só conseguiu entrar no jogo já perto da meia hora da partida: ainda nem 10 minutos estavam decorridos e já os lisboetas podiam ter chegado ao golo num livre de E. Insúa e numa jogada de João Pereira que Wolfswinkel desperdiçou. Para este bom inicio, notou-se muito a influência de André Martins e, claro, do melhor homem em campo Marat Izmailov - que bem que joga à bola este russo, não conta é para as contas de Sá Pinto para a 2ª Mão (amarelos).

Como disse o A. Bilbao equilibrou o jogo e a meia hora de jogo seguinte foi toda do leão de Espanha. Marcou um golo, por Autenetxe, num livre em que Insúa faz um corte muito mau e oferece o golo ao espanhol. Mesmo antes do golo fica um lance de dúvida na grande área do Bilbao; sinceramente não percebo se há mão para penalty ou não, mas fico mais inclinado para ter havido falta.
Sentiu muito o golo do adversário e 4 minutos depois do golo, aos 58 minutos, o SCP só não ficou a perder por 2 golos porque o poste devolveu um remate espanhol. Sá Pinto também demorou a colocar um 2º avançado e o jogo estava todo do lado do Athletic; mas, lembro-me bem de pensar isto, esta equipa basca não sabe fazer contenção e continuou a atacar com muitos homens deixando o seu sector recuado muito exposto.
Aproveitou o Sporting, e aproveitou Izmailov: grande jogada pela direita do russo, bom cruzamento e Insúa, aproveitando um mau corte da defesa forasteira, marcou o golo do empate numa cabeçada ainda longe da baliza.
E desta vez foi o Bilbao que sentiu muito o golo! 5 minutos depois já Izmailov arrancava pelo meio campo, sem oposição, e metia a bola mesmo prontinha para o remate espectacular de Capel, com o seu pé esquerdo, que deu a vantagem ao clube de Alvalade.
Nos últimos 10 minutos, fruto de um Athletic perdido em campo, o Sporting podia mesmo ter chegado ao 3-1...
Pena não ter surgido o terceiro golo mas, do que ficou deste jogo, o Sporting pode sonhar com a final de Bucareste.
Read More

Temas

2011 2011/12 2012 2012/13 2013 2013/14 2014/15 2015/16 2016/17 2ª Divisão A Bola A Magia do Futebol AC Milan Academia Seixal Académica Adeptos Agenda Aguero Aimar Ajax Alemanha Alex Ferguson Alex Sandro Amigável análise tática Andebol Anderson Talisca André Gomes André Silva Andrea Pirlo Angola Aniversário Antevisão António Salvador Anzhi Apagão Apito Dourado arbitragem árbitro Argentina Arouca Arsenal Artur Artur Soares Dias AS Roma Atlético Madrid Atletismo auto-golo Balotelli Barcelona Basquetebol Bayer Leverkusen Bayern Munique Beckenbauer Beira-Mar Belenenses Benfica Benfica B Benfica Campeão Benfica TV Bernardo Sassetti bilhetes Blatter Blogs Blogs Benfica Blogs Futebol Boavista Boca Juniores Bola de Ouro Bolt Borussia Dortmund Bota de Ouro Boxing Day Braga Brasil Brasileirão Bruno Alves Bruno César Bruno de Carvalho Bruno Paixão Buffon Bundesliga C. Ronaldo Calendário Campeão Campeonato Alemão Campeonato Argentino Campeonato Brasileiro Campeonato da Europa Campeonato da Europa 2016 Campeonato do Mundo Campeonato do Mundo de Clubes Campeonato Escocês Campeonato Espanhol Campeonato Holandês Campeonato Italiano Campeonato Maicon Campeonato Nacional campeonatos europeus CAN Canoagem Capdevilla Cardinal Cardozo Carlo Ancelotti Carlos Martins Casagrande Casillas Caso vouchers Cavani Cech Celtic Glasgow Chalana Champions Chelsea Chicotada Ciclismo clássico Coluna Conselho de Arbitragem Conselho de Disciplina contas título contrato Copa do Mundo 2014 Copa dos Libertadores Corinthians corrupção Cosme Damião CR7 Cristiano Ronaldo crónica futebol D. Kiev David Beckham David Luiz Defeso Del Piero derby Derby della Madonnina Desportivo de Chaves Desporto Di Maria Di Matteo Diego Costa Direitos TV Djuricic Domingos Doping Doyen Sports Drogba Éder Ederson El Pibe Eleições Emerson Enke Enzo Pérez Equipa Equipas B Eredivisie escândalo Escutas Espanha Estádio da Luz Estádio de Alvalade Estádio do Jamor Estádio Dragão Estatísticas Estoril Estrelas do Futebol Euro 2004 Euro 2012 Euro 2016 Eusébio Eusébio Cup Everton FA Cup Fábio Coentrão Fair Play Fair Play financeiro Falcao FC Porto FCP Federação Portuguesa Futebol Fédération Internationale de Football Association Fehér Fernando Gomes Fernando Pimenta e Emanuel Silva Fernando Santos Fernando Torres FIFA Final Final Euro 2016 Final Liga dos Campeões Final Liga Europa 2012/13 Final Liga Europa 2013/14 finanças Fintas Flamengo Fluminense Football Leaks FPF França França 2016 Funny Football Fura-Redes Futebol Internacional Futebol Mundial Futebol Nacional Gaitán Galatasaray Garay Gareth Bale Gianni Infantino Giggs Gil Vicente Glorioso SLB Golden Boy Golo de Bicicleta Golo de Calcanhar Golo de Livre golo do ano Golo do Dia Golo Fantasma Gonçalo Guedes Grimaldo Guarda-Redes Guardiola Gyan Hat-Trick História Holanda Hóquei em Patins Hulk Ibrahimovic IFFHS Inferno da Luz Inglaterra Iniesta Inter International Board Itália Jackson Martínez James Rodríguez Jardel Jardel (33) Javi Garcia Jimmy Hagan JJ JO Joaquim Oliveira jogadores Benfica Jogos Olímpicos Johan Cruyff John Terry Jonas Jorge Jesus Jorge Mendes Jorge Sousa Jornal Jornal Record José Gomes José Mourinho José Pratas jovem promessa Júlio César juniores Jupp Heynckes Juventus Kaká Kardec Kelvin Klose Kompany La Liga Lampard Lazio Lázio Lebron James Leicester Leis do Futebol Léo Leonardo Jardim lesões Lewandowski LFV liga Liga BBVA Liga da Verdade Liga dos Campeões Liga Europa Liga Inglesa Liga Nos 2014/15 Liga Nos 2015/16 Liga Nos 2016/17 Liga Orangina Liga Portuguesa Liga Portuguesa Futebol Profissional Liga Zon Sagres Liga Zon Sagres 2012/13 Liga Zon Sagres 2013/14 Ligue 1 Lima Lindelof Lionel Messi Lisandro López Liverpool Ljubomir Fejsa Londres 2012 Lopetegui LPFP Luís Figo Luís Filipe Vieira Luisão Maicon Man. City Man. United Manchester City Manchester United Mantorras Manuel Fernandes Maracanã Maradona Mário Wilson Marítimo Markovic Matic Maxi Maxi Pereira Medalheiro Melgarejo melhor marcador melhores golos 2013 melhores golos 2014 melhores golos 2015 melhores golos 2016 Mercado Mesquita Alves Messi Mexes México Miccoli Michael Jordan Mitroglou Modalidades Moreirense Mourinho Moutinho Mundial 2014 Mundial 2018 Mundial Clubes Museu Cosme Damião Nacional Nani Nápoles NBA Nélson Oliveira Newcastle Neymar Nike nº 10 No Name Boys Nolito novo contrato Nuno Espírito Santo Nuno Gomes O. Lyon Oblak Ola John Olegário Benquerença Olhanense Olheiro Olivedesportos Os três grandes Ozil Paços de Ferreira Pantera Negra Paolo Maldini Parceiros Paulo Bento Paulo Fonseca Pedro Proença Penafiel penalty Pepe Petardos Petit Phelps Ping Pong Pinto da Costa Pizzi PJ Platini Polvo Portugal Portugal Campeão 2016 Postiga pré-época Premier League Prémio Puskas PSG PSV Ramires Raúl González Raúl Meireles Real Madrid Recordes Red Pass Reforços Regulamentos 72 horas Rei Eusébio relatório contas Renato Sanches Ribery Rio Ave Riquelme River Plate Robben Roberto Carlos Rodrigo Rodrigo Mora Rojo Ronaldinho Ronaldinho Gaúcho Ronaldo Ronaldo vs Messi Rooney Rúben Amorim Rui Costa Rui Vitória Rússia SAD Salvio Samaris Saviola SCB Scholes Scolari SCP Selecção Sergio Ramos Serie A Sevilha Shevchenko Simão Sabrosa Sistema SL Benfica SLB Slimani sorteio Sport Lisboa e Benfica Sport tv Sporting Steven Gerrard Suárez sub-20 Suécia Suiça Sulejmani Super Maxi Supertaça Taça da Liga Taça da Liga Inglesa Taça das Confederações Taça das Nações Africanas Taça de Portugal Taça do Rei Tecnologia Golo Ténis Tévez Tondela Toni Top 10 Torneio Toulon Tottenham Totti tragédia futebol Transferências Treino Triplete Twitter U. Leiria UEFA UEFA Champions League União da Madeira Urreta V. Guimarães V. Setúbal Valdés Valência Valentim Loureiro Van Persie vídeo-árbitro Vídeos/Golos Villas-Boas Vitor Baia Vítor Pereira Walcott Wesley Sneijder Witsel Xavi Xistra Zenit S. Petersburgo Zidane